30 de mar de 2017

LEHI LEITE É RECONHECIDO SKATISTA PROFISSIONAL PELA FSKTDF



Mais um brasiliense vai representar o skate do Distrito Federal (DF) em alto nível nas ruas e nas principais competições mundiais. Após anos de dedicação em cima do carrinho, chegou a vez de Lehi Leite ser reconhecido skatista profissional. O anúncio oficial foi feito hoje (29.3.2017) pelo presidente da Federação de Skate do Distrito Federal (FSKTDF), Warleiton Dias, o Leitão, durante encontro com a secretária de Esportes, Leila Barros, em Brasília.

Na reunião, Lehi relatou a experiência adquirida em seu primeiro campeonato profissional internacional, o Tampa PRO, disputado na Flórida, Estados Unidos. O skatista que se classificou para as semifinais da competição, disputada entre os dias 3 e 5 de março, viajou com recursos do programa Compete Brasília, que visa “incentivar a participação de atletas de alto rendimento das mais diversas modalidades em campeonatos nacionais e internacionais” e foi surpreendido com a notícia de reconhecimento da sua ascensão à profissionalização.

– Fui pego de surpresa, porque, para mim, era uma visita de agradecimento pela força que a secretaria me deu com a viagem. Vim falar da “trip” e do evento, nem esperava por isso. Mas, esse reconhecimento da federação não veio do nada, eles sabem do trabalho pesado em todos esses anos e da minha dedicação ao skateboard – disse Lehi, ainda surpreso após a reunião.



O skatista junta-se ao seleto time do Distrito Federal composto pelos profissionais Felipe Gustavo, o Bochecha, e Alber Leandro, que hoje residem e tocam suas carreiras nos Estados Unidos e outros nomes do Street Skate Profissional da cidade, tais como, Cristiano “Nego Bala” e Luis Paulo “Aladin”.




O presidente da FSKTDF, Warleiton Leitão, quebrou a formalidade ao lembrar da origem dos três brasilienses. “Devem colocar alguma coisa na água do Guará, não é possível, os três vieram de lá e destroem no skateboard”, brincou Leitão, que planeja a realização do campeonato que vai selecionar skatistas amadores para o mundial de skate que acontecerá em abril, no Rio de Janeiro, e distribuirá R$ 400 mil em premiação.